Fórum de Matemática
DÚVIDAS? Nós respondemos!

Um Fórum em Português dedicado à Matemática
Data/Hora: 27 mai 2024, 16:26

Os Horários são TMG [ DST ]




Fazer Nova Pergunta Responder a este Tópico  [ 4 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 12 mai 2015, 04:20 
Offline

Registado: 24 nov 2014, 15:04
Mensagens: 369
Localização: Minas Gerais
Agradeceu: 45 vezes
Foi agradecido: 72 vezes
Verifique se o Teorema do Valor Médio se aplica. E, em caso afirmativo, ache um número \(c\in (a,b)\) tal que \(f'(c)=\frac{f(b)-f(a)}{b-a}\).

f(x) = |x|; a = -1 e b = 1

Obrigado


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 12 mai 2015, 08:57 
Offline

Registado: 17 jan 2013, 13:36
Mensagens: 2487
Localização: Lisboa
Agradeceu: 31 vezes
Foi agradecido: 1049 vezes
Bom dia,

O teorema do valor médio não é aplicável no intervalo [-1,1] porque a função f(x)=|x| não é diferenciável no ponto x=0. Independentemente disso, no caso apresentado, (f(b)-f(a))/(b-a) = 0. Como a derivada de f tem o valor -1 no intrervalo (-1,0), tem o valor 1 no intervalo (0,1) e não está definida em x=0, de facto não existe nenhum ponto c em que se tenha f'(c)=0.

Portanto, neste caso nem o teorema é aplicável nem a tese é verdadeira.


Nota: O teorema fornece condições suficientes para a existência da tal constante c, mas essas condições não são em geral necessárias. Assim, noutras situações, poderá acontecer que, mesmo que as condições não sejam verificadas, seja ainda assim possível encontrar uma constante c nas condições pretendidas.


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 12 mai 2015, 13:45 
Offline

Registado: 24 nov 2014, 15:04
Mensagens: 369
Localização: Minas Gerais
Agradeceu: 45 vezes
Foi agradecido: 72 vezes
Sobolev, tenho um outro exercício aqui com o mesmo enunciado gostaria que avaliasse minha resolução por favor.

f(x) = x³; a = -1 e b = 4.

Iniciei dizendo que f(x) = x³ é polinomial e, portanto, contínua em [-1,4] e derivável em (-1,4).

O coeficiente angular da reta que passa pelos pontos(-1, f(-1)) e por (4, f(4)) é dado por:

\(\frac{f(4)-f(-1)}{4-(-1)}=13\)

Logo, podemos encontrar pelo menos um c no intervalo (-1,4) tal que:

f ' (c) = 3(c)²

c² = 13/3

c = +- V13/3.

Estou concluindo que o Teorema do Valor Médio é aplicável para o valor positivo de c (o valor negativo de c não está no intervalo).

Estou correto?

Obrigado


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 12 mai 2015, 17:41 
Offline

Registado: 17 jan 2013, 13:36
Mensagens: 2487
Localização: Lisboa
Agradeceu: 31 vezes
Foi agradecido: 1049 vezes
Neste caso o teorema é aplicável... De resto começou precisamente por referir que a função é contínua no intervalo fechado e diferenciável no intervalo aberto. O teorema garante que existe c no intervalo (-1,4) tal que f'(c)=13, isto é,

\(3c^2 = 13 \Leftrightarrow c = \pm \sqrt{\frac{13}{3}}\)

Ora, neste caso o c, cuja existência é garantida pelo teorema, será \(c = \sqrt{13/3}\). Em geral poderia até mais do que um valor de c, já que o teorema apenas afirma que existe pelo menos um c nestas condições.


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Fazer Nova Pergunta Responder a este Tópico  [ 4 mensagens ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 33 visitantes


Criar perguntas: Proibído
Responder a perguntas: Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Apagar Mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para: